Notícias
INPI e ANVISA: razões legítimas para o desuso de marcas farmacêuticas

A advogada Natália Maranhão, de Gusmão & Labrunie, abordou questões relativas ao desuso de marcas farmacêuticas e a tendência para harmonização das decisões entre o Inpi Brasil e a Anvisa em artigo publicado no Migalhas. Para saber mais, acesse: http://bit.ly/35bs76m

Créditos: Natália Maranhão