Facebook
Facebook
07 DECEMBER 2017

Gabriel Di Blasi: a franquia perfeita

06.12.2017

 

Há franqueadores que, aproveitando o desconhecimento de candidatos e ávidos por abrir negócio, apressam a negociação
Nos últimos anos, o franchising vem sendo a porta de entrada mais procurada para aqueles quem desejam empreender e ser donos de seu próprio negócio. Mas como escolher a franquia ideal dentro de um mar de opções? O primeiro passo é verificar se a empresa disponibiliza uma Circular de Oferta de Franquia (COF), o que vai ao encontro à Lei de Franquias. Outro ponto crucial para identificar franquias confiáveis é verificar se as marcas, patentes, desenhos industriais estão devidamente protegidos no Inpi.
A franquia que não é transparente é a maior inimiga do futuro empreendedor. É preciso evitar redes que escondam informações básicas ou que queiram determinar cláusulas oralmente, fora do escopo do contrato. Os candidatos devem ter atenção com as franquias que possuem pouco tempo no mercado ou pouca experiência de operação, já que este fator é essencial para demonstrar a solidez e a reputação de uma empresa.
As microfranquias são ótimas oportunidades para empreendedores com baixo orçamento inicial. Porém, baixa taxa de investimento não é sinônimo de baixa lucratividade. Ter uma empresa é uma grande responsabilidade, e o franqueado especialmente num modelo de franquia como este terá muito trabalho pela frente, pois precisará dar conta de quase tudo. A primeira pergunta a ser feita ao candidato é se ele se identifica com o negócio que escolheu. A segunda é se, como um bom empreendedor, está disposto a correr riscos.
Cuidado. Há franqueadores que, aproveitando o ímpeto e o desconhecimento de candidatos e ávidos por abrir um negócio, apressam a negociação, para que o candidato à franquia assine rapidamente o contrato. O franqueado deve, sempre que possível, buscar auxílio de contadores e advogados para avaliar as informações financeiras e contábeis apresentadas antes de assinar um contrato, pois há o risco de ocultação de balanços financeiros e questões jurídicas que inviabilizariam o negócio para qualquer potencial franqueado.
Por fim, estar associada à ABF-Rio é um indicador de credibilidade fundamental, pois a entidade exige que as práticas de seus associados sejam corretas, transparentes e em conformidade com a lei, além de ministrar diversos cursos e palestras que visam capacitar os seus associados e os respectivos franqueados. Estejam atentos e bons negócios!

 

http://odia.ig.com.br/opiniao/2017-12-06/gabriel-di-blasi-a-franquia-perfeita.html

Fonte:
O Dia


« Voltar