Facebook
Facebook
12 MARCH 2018

Moeda digital da Kodak causa dúvidas em investidores

09.03.2018

 

Lily Katz


O documento da Kodak informa que a empresa espera vender 100 milhões de KodakCoins
Finalmente saiu o aguardado documento com detalhes sobre o token digital da Eastman Kodak, mas ele é um pouco confuso. A WENN Digital, empresa que licenciou o nome da Kodak para a realização de uma oferta inicial de moedas, enviou e-mails a potenciais investidores na quinta-feira com um link para um “light paper” em que detalha o plano para o KodakCoin.
O documento diz que o token digital provavelmente não será um título… mas que poderia ser.
“Apesar de a WENN Digital pretender que o KODAKCoin passível de emissão por meio de SAFTs seja classificado como token de utilidade em vez de token de títulos, a WENN Digital é obrigada a tomar a decisão final sobre o status dos tokens, escolhendo um ou outro, antes do momento da emissão do KODAKCoin”, afirmou a empresa. “Em conjunto, a WENN Digital pode decidir buscar contribuições formais ou informais da equipe da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA.”
O anúncio surge após advertência da SEC, na quarta-feira, de que os mercados de criptomoedas que oferecem ativos digitais que são títulos devem se registrar como bolsa na agência ou se qualificar como isentos.
A notícia surge também uma semana após uma pessoa com conhecimento direto do assunto afirmar que o órgão regulador emitiu intimações a empresas e indivíduos responsáveis por ICOs específicas que a agência acredita que podem estar violando a lei.
Como parte da iniciativa de repressão mais recente, a SEC estaria se concentrando em parte em “acordos simples para tokens futuros” (SAFTs, pela sigla em inglês), que são contratos de investimento emitidos por algumas startups que estão realizando ICOs. Em essência, os acordos prometem aos compradores acesso futuro a tokens que ainda não existem.
O documento da Kodak informa que a empresa espera vender 100 milhões de KodakCoins ao abrigo de acordos SAFT a investidores credenciados. A empresa anunciou a ICO em 9 de janeiro, afirmando que usaria tecnologia blockchain para ajudar fotógrafos a proteger os direitos autorais de sua obra.

 

https://exame.abril.com.br/mercados/moeda-digital-da-kodak-casa-duvidas-em-investidores/

Fonte:
Exame


« Voltar